Tire-suas-dúvidas-com-os-tipos-de-óleo-lubrificante-automotivo

Tire suas dúvidas com os tipos de óleo lubrificante automotivo

Uma das maiores dúvidas que os proprietários de automóveis têm é com relação aos tipos de óleo lubrificante automotivo. No entanto, você que trabalha na loja de automóveis, auto center ou oficina mecânica precisa conhecer cada óleo lubrificante e saber para quais motores eles servem.

Entretanto, para ajudá-lo a ficar bem informado sobre o assunto, preparamos este post. Aqui você vai conhecer cada tipo de óleo, qual é o mais indicado para os motores mais rodados, qual é o ideal para os motores flex e qual é o mais indicado para os veículos antigos. É preciso conhecer cada um deles, pois, afinal, você deverá estar preparado para atender qualquer tipo de cliente, não é verdade?

Além disso, a informação nunca é demais. Pois, então, se você ficou interessado no assunto, preste atenção em nosso post!

Quais os tipos de óleo lubrificante automotivo?

Óleo mineral

Produzido a partir de uma combinação de óleos básicos minerais obtidos pelo processo de refino do petróleo e aditivos, o óleo lubrificante mineral é o tipo de lubrificante mais comum do mercado, utilizado desde os primórdios da evolução dos motores a gasolina e diesel. Esse óleo tem as seguintes características:

  • Atende as exigências dos motores mais antigos;
  • Tem menor durabilidade fazendo com que sua troca seja mais frequente.

 

Óleo sintético

O óleo lubrificante sintético é produzido a partir de uma combinação de óleos básicos sintéticos e aditivos. Por ser um lubrificante fabricado por um processo moderno, ele tem características mais robustas que os óleos minerais. Este óleo possui uma excelente performance em veículos que têm condições severas de uso, como o trânsito pesado das grandes cidades. É a melhor relação custo x benefício para os motores modernos que rodam as ruas e as estradas do país.

Este tipo de óleo tem mais durabilidade. Ele também pode substituir os óleos minerais e semissintéticos. É ideal para carros com motores modernos, pois pode gerar economia de combustíveis (se forem de baixa viscosidade).

Óleo Semissintético

Já o óleo lubrificante semissintético é elaborado por aditivos e pela mistura proporcional de óleos minerais e sintéticos. Este tipo de óleo reúne as melhores propriedades de cada tipo e barateia o custo. Esta categoria tem uma boa performance em relação aos motores que existem no mercado.

Além disso, o óleo lubrificante automotivo semissintético possui preço intermediário e tem uma boa relação custo/benefício, tem uma durabilidade intermediária entre os óleos minerais e sintéticos, e gera uma economia de combustíveis (se forem de baixa viscosidade).

Qual é o lubrificante para motores rodados?

Os automóveis que tem muitos quilômetros rodados têm um desgaste maior no motor e isso causa folgas. Entretanto, isso não está relacionado à idade do veículo, mas ao histórico de manutenção que faz toda a diferença.

Também existem óleo lubrificante automotivo para os veículos que apresentam ruídos, que pode ser um sinal desse desgaste. Nesse caso, o lubrificante deve ter maior viscosidade, ser mais espesso para que ele preencha essas folgas.

Qual é o óleo ideal para motores flex?

Há alguns óleos que são específicos para esses veículos. Esse tipo de óleo lubrificante automotivo protege o motor da água que se forma com o uso do etanol. Essa água pode corroer o metal, portanto, o lubrificante deve se misturar a ela para proteger o motor. Para saber qual é o óleo ideal para os motores flex, verifique as classificações atuais e o manual do automóvel.

Qual é o óleo mais indicado para os veículos antigos?

Já para os motores mais antigos, eles não tinham um acabamento tão bom como os atuais. As folgas eram maiores e ao longo dos anos, a viscosidade dos lubrificantes foi diminuindo para atender a evolução dos motores, e normalmente, esses motores mais antigos pedem tipos de óleos mais espesso. Fora a viscosidade, que do ponto de vista tecnológico, a especificação mais moderna do produto atende as anteriores.

Agora que você conhece os tipos de óleo lubrificante automotivo ficará ainda mais fácil orientar seus clientes, não é verdade? Nada melhor que ficar bem informado para poder oferecer um atendimento de primeira em sua oficina mecânica, auto center ou loja de automóveis.

E aí, gostou do nosso conteúdo? Quer aprender um pouco mais com a gente? Acesse o nosso próximo post e saiba verificar se o carro precisa de troca de óleo!