Escolha uma Página

O elevador automotivo é um dos equipamentos mais utilizados em lojas de automóveis, auto centers e oficinas mecânicas. Eles trazem praticidade, flexibilidade e baixo custo na operação. No entanto, para que seu elevador funcione bem é necessário fazer a manutenção preventiva do equipamento.

Dessa maneira você não prejudica a produtividade da sua empresa e nem corre o risco de ter problemas como danos materiais e até físicos por causa de um acidente. Sabendo disso, preparamos este post especialmente para você! Nele, você vai aprender 7 dicas importantes de manutenção preventiva do seu elevador automotivo. Ficou interessado no assunto? Então, acompanhe!

1. Faça a revisão completa a cada 12 meses

Não importa a marca, o modelo ou o tempo de utilização do seu elevador automotivo. O recomendado é que você faça uma revisão completa a cada 12 meses. Essas revisões servem para avaliar as condições de funcionamento de todos os componentes do elevador de automóveis, como porcas de trabalho e segurança, correntes, correias, rolamentos e engrenagens.

As revisões também são importantes para avaliar o desgaste de todos os componentes do elevador automotivo, uma vez que as peças naturalmente se desgastam com o tempo de uso. Portanto, nunca deixe de revisar o equipamento!

2. Verifique a validade das peças

É importante ficar atento a validade das peças do elevador automotivo, mesmo que elas não apresentem problemas ao olho nu. A validade é, geralmente, determinada pelo fabricante do equipamento. No entanto, é importante verificar o tempo desse desgaste para você repor a peça quando for necessário.

3. Fique em dia a manutenção preventiva

Além das manutenções completas, você deve realizar a manutenção preventiva. Essa manutenção é aquela de menor complexidade. Ela deve ser feita pelo menos uma vez por mês.

Essa é uma prática comum e indicada por oficinas que se destacam pela qualidade dos seus equipamentos automotivos. É que com a manutenção preventiva é possível identificar os pequenos problemas que, se não tratados, podem se tornar grandes e trazer prejuízos tanto financeiros quanto humanos para o seu tipo negócio.

4. Lubrifique os fusos e as porcas

A lubrificação periódica dos fusos e das porcas do seu elevador automotivo devem ser realizadas durante a manutenção preventiva. No caso de equipamentos modernos, como os elevadores automotivos da Engecass, a troca de óleo deve ser realizada a cada dois anos. Dessa maneira você prolonga a vida útil do equipamento.

5. Preste atenção aos detalhes

Alguns detalhes como as sapatas, os chumbadores de base e a tensão das correias devem ser observados. No caso das sapatas, se elas estiverem desgastadas, podem causar deslizamento e  queda do automóvel. Por regra, a parte metálica das sapatas não devem ter contato com os pontos de apoio do automóvel.

Já se você deseja garantir a segurança dos funcionários e do próprio veículo, o elevador automotivo deve ser chumbado no chão da sua loja, oficina ou auto center. Do contrário, você terá vários problemas com  o equipamento. Em relação as correias, preste atenção se elas estão frouxas. Caso estejam, faça um ajuste rápido e resolva o problema.

6. Alinhe os braços do elevador

Outra dica de manutenção preventiva para seu elevador automotivo é você alinhar os braços do seu elevador automotivo antes de começar a trabalhar com o equipamento. Isso evitará acidentes com o automóvel ou com as pessoas que estiverem próximas ao elevador. Além disso, será mais uma dica importante que você poderá colocar facilmente em prática, não é verdade?

7. Acione a assistência técnica

Para fazer a manutenção preventiva do elevador automotivo, você pode acionar a assistência técnica. Dessa maneira, você contará com profissionais capacitados e que também poderão tirar qualquer dúvida em relação ao seu equipamento. A Engecass, por exemplo, oferece toda assistência que você precisa quando compra um dos seus elevadores de carros.

Viu como é fácil fazer a manutenção preventiva do seu elevador automotivo? Agora que você já sabe, cuidará ainda mais do seu equipamento, não é verdade?

Gostou do nosso conteúdo? Quer ler mais posts como este? Acesse o nosso próximo artigo e saiba como explicar ao seu cliente a importância da manutenção preventiva do carro!