Entenda-o-que-é-o-rodízio-de-pneus

Entenda o que é o rodízio de pneus

O rodízio de pneus é um procedimento importante, pois garante que os pneus dos automóveis tenham um desgaste uniforme e ajudam a fazer a manutenção preventiva do veículo. Os pneus da frente, por exemplo, possuem um desgaste maior do que os traseiros porque eles são os mais exigidos pelo sistema de direção e de tração, localizados na dianteira dos veículos.

No entanto, você realmente sabe como explicar aos seus clientes o que é, qual é a importância e como funciona o rodízio de pneus? No artigo de hoje, vamos ajudá-lo a entender tudo sobre o assunto, para que você possa explicar o procedimento para seus clientes. Afinal, quanto mais conhecimento, melhor, não é verdade?

Pois então, se você ficou interessado em aprender com a gente, acompanhe com atenção a leitura deste post e fique preparado para tirar todas as dúvidas dos seus clientes!

Quando fazer o rodízio de pneus?

O recomendado, pela maioria dos fabricantes, é que o rodízio de pneus deve ser feito a cada 10 mil quilômetros. No entanto, esse prazo é uma espécie de estimativa, pois pode acontecer uma variação no desgaste e o proprietário do automóvel precisar antecipar o rodízio. Entretanto, você deve orientar ao seu cliente que ele faça inspeções diárias antes de sair com o automóvel. Essas observações servirão para verificar se há uma necessidade de adiantar o procedimento.

Também é importante lembrar que os pneus podem sofrer com os desgastes prematuros devido ao jeito do motorista dirigir o carro. As características da pista que se costuma trafegar também podem afetar no desgaste dos pneus, afinal, andar em estradas com valetas ou cheias de buracos traz consequências para o automóvel.

Qual é a importância do procedimento?

O rodízio de pneus é importante porque garante que haja um desgaste uniforme dos mesmos. Esta ação de revezamento ajuda a prolongar a vida útil dos pneus e evita que o carro perca seu rendimento. O rodízio também representa maior segurança para o motorista e os passageiros do veículo e equilibra o desempenho do automóvel em relação a sua dirigibilidade e frenagem.

Além disso, fazer o rodízio de pneus significa economizar dinheiro, pois seu cliente não terá que investir em 4 pneus novos, ele poderá aproveitar ao máximo os pneus que já estão sendo utilizados no veículo.

Como fazer o rodízio?

Tração Traseira

Em relação a tração traseira, os pneus posteriores devem ser levados para frente em linha reta e ao mesmo tempo que os anteriores vão para trás de forma cruzada. Se essa tração for inteira, basta você alterar os componentes de lugar fazendo um “X”.

Tração Dianteira

Na tração dianteira, você deve levar em consideração a ordem da troca das rodas que é a seguinte: os pneus traseiros devem ir para frente, mas é necessário invertê-los em relação aos lados, ou seja, o traseiro esquerdo será o dianteiro direito. Já os dianteiros voltam em linha reta para trás.

Pneu Unidirecional

Já em relação ao pneu unidirecional, aquele que possui desenhos, devem ser trocados em linha reta. Assim, os de trás vão para frente e os de frente vão para trás. Para o revezamento, você também deve seguir essas três dicas importantes:

  • Nunca utilize o estepe de fábrica para fazer o rodízio de pneus. Ele vem em um tamanho menor;
  • Nunca troque entre si os pneus de tamanhos diferentes;
  • Nunca esqueça de fazer o alinhamento e o balanceamento do automóvel depois do rodízio de pneus.

 Agora que você entende o que é o rodízio de pneus e sabe a sua importância, ficará mais fácil orientar seus clientes, não é verdade? Além disso, depois de realizar o rodízio, não se esqueça de fazer o balanceamento e o alinhamento das rodas do veículo do seu cliente para garantir um serviço de qualidade.

E aí, tem mais alguma dúvida sobre rodízio de pneus? Escreva para gente nos comentários!