Escolha uma Página

Você deve saber que a atual revolução industrial possui várias ferramentas e tecnologias. No entanto, para que isso seja possível existe o big data.

Com essa tecnologia, uma fábrica de automóveis coleta dados de todas as máquinas, operadores, robôs, transações comerciais com varejo e vendas, transformando em informações valiosas.

Isso permite analisar de maneira detalhada toda a cadeia de produção da indústria e impacta diretamente no gerenciamento da empresa, nas tomadas de decisões e no funcionamento pleno do setor.  Entretanto, a indústria no Brasil e no mundo está de olho nos benefícios do big data.

Para você ter ideia, em 2018, 35% das empresas já operavam no modelo de indústria 4.0 e esperavam um ganho acima de 20% nos próximos 5 anos e 72% desse setor viam no big data e na análise de dados, um grande potencial para melhorar a relação com seus clientes.

Entretanto, por que o big data e a inteligência artificial só fazem crescer o mercado da indústria automobilística? Isso é o que vamos responder ao longo deste artigo!

Por que a tecnologia é importante para a indústria automobilística?

A cada dia, engenheiros seguem obstinados em desenvolver carros cada vez mais eficientes e com inteligência artificial.

São automóveis híbridos, menos poluentes e capazes de “dirigir sozinhos”, reduzindo congestionamentos e decidindo quais os melhores caminhos seguir.

Por que a tecnologia é importante para a indústria automobilística?

Ainda não chegamos na era dos automóveis voadores, mas a tecnologia está aí e precisa ser utilizada como canal de relacionamento e entendimento do comportamento dos consumidores.

A tecnologia serve para identificar os desejos das pessoas, seus sonhos e também suas aspirações. E quem não gosta de montar o seu próprio carro? O big data é um ativo que poderá definir quem largará na pole position e quem ficará parado nos boxes.

Quais são os benefícios do big data para a indústria automobilística?

Carros conectados

É fato que alguns carros já possuem uma tecnologia mais avançada com centenas de sensores e inúmeros computadores e processadores integrados.

No caso dos automóveis não conectados, as informações são geradas ou armazenadas localmente.

Vamos imaginar que seu cliente esqueceu de trocar o óleo do automóvel ou um sensor de ar não está funcionando bem. O fabricante do seu automóvel poderá informá-lo imediatamente e remotamente.

A partir do conforto do automóvel, seu cliente poderá responder a um e-mail importante, verificar o saldo bancário ou até mesmo pagar algumas contas.

Carros autônomos

Outro benefício do big data são os carros autônomos. Eles utilizam uma variedade de tráfego e dados do ambiente para analisar constantemente sua posição no mundo.

Os automóveis estão equipados com uma infinidade de sensores que monitoram coisas como a posição, a proximidade de pedestres ou outros motoristas, guias de sinais e trânsito, e muito mais.

Em qualquer momento, eles analisam seu entorno local e procuram sinais de que há algum problema, como os freios que precisam ser aplicados ou que você precisa fazer uma desaceleração.

À medida que esses veículos se tornarem convencionais, será necessário usar o big data para lidar com os volumes de dados que se tornarão cada vez mais importantes.

Além disso, eles precisarão acessar uma rede ou banco de dados maior para se comunicar uns com os outros sobre vários aspectos.

A utilização de big data na indústria de automóveis também envolve o potencial das grandes tecnologias de dados. A tecnologia digital moderna no setor automotivo já produziu alguns resultados impressionantes, como as oportunidades de negócios.

Essas oportunidades são geradas por grandes dados e incluem produtos conectados que utilizam sensores integrados para se comunicar.

Acompanhamento de vendas

Outra tendência de big data na indústria automobilística é o acompanhamento de vendas e serviços de clientes que promove colaborações sem problemas entre empresas automotivas e as de alta tecnologia, como o Google.

Melhorias nos automóveis

A análise dos dados também melhora as simulações na fabricação e, evitam os problemas na linha de produção do carro. E é aqui que a inteligência artificial entra.

As máquinas inteligentes envolvidas no processo de montagem do automóvel podem aperfeiçoar a próxima produção de veículos.

Como será o futuro dos automóveis?

A expectativa é de que no futuro os carros sejam ainda mais seguros, mas serão as novas gerações que fornecerão os dados para isso.

Os consumidores mais jovens compartilham mais dados, mas quem trabalha na indústria automobilística terá que seguir regras para utilizar essas informações.

Como você pode ver, o futuro dos automóveis apresenta mais possibilidades do que se pode pensar nos dias de hoje.

Muitas pessoas ainda querem um carro porque ele pode ser usado como transporte, Uber ou algo esportivo. No entanto, ninguém ainda sabe o que o consumidor vai querer daqui a 10 anos.

Entretanto, é preciso que se faça uma análise entre o novo e velho, a tradição e a inovação, carros com motoristas e veículos autônomos, pois todas as vezes que forçamos algo a sociedade, surgem algumas alternativas.

Foi assim com o MP3 player. No entanto, o analógico ainda será importante, pois as pessoas querem “casar” os dois pontos.

Como você pode ver, cada vez mais teremos automóveis com inteligência artificial e, por isso, o big data sempre será importante.

Pois então, ficar por dentro das tecnologias automotivas é você se preparar para o futuro, para assim, poder atender bem o cliente que procura pelos serviços na sua loja, oficina ou auto center!

Gostou do nosso conteúdo? Acesse o nosso próximo post e veja como se adaptar a tecnologia automotiva!

[ E-Book ] Padrão de cores dos Elevadores Engecass para concessionárias